Ballet está na moda e uma bailarina é reconhecida na rua pelo seu estilo

Por Blog Danzarin, 26 de janeiro de 2012
É muito fácil reconhecer uma bailarina na rua pelo seu estilo. O coque, bolsa grande, normalmente de alguma marca específica, como Capezio, meia-calça, o collant. Dentro do ballet existe certa tendência das bailarinas a se vestirem de determinada maneira, para chegar até a aula, para aquecer, durante as aulas, ensaiando.
Estas roupas, durante anos, foram inspiração para estilistas, designers de sapato, fashionistas, criarem roupas que invadem as ruas, algumas delas tornando-se ícones dentro do guarda-roupa feminino. E é isso que veremos aqui hoje, como o ballet, inconscientemente às vezes, influencia na maneira de se vestir das “não bailarinas”.
Vamos começar de cima para baixo?
Cabelo: O clássico coque, dentro do ballet pode ganhar variações, como o normal, coque clássico, dividido ao lado. Mas o coque, na moda, ganhou cara nova e hoje é um dos queridinhos, visto em muitos desfiles e na cabeça de famosas no tapete vermelho.
Em um país quente como o nosso é uma ótima opção de penteado para o dia-dia e festas.
Aprenda a fazer o segundo coque da foto anterior:
Maquiagem: Cisne Negro (Black Swan), filme com Natalie Portman, trouxe o universo do ballet de volta ao cenário cinematográfico e a maquiagem usada por ela foi um dos pontos que mais chamou a atenção. Vários sites sobre maquiagem fizeram tutoriais assim que o filme foi lançado, ensinando a fazer os olhos de cisne tão famosos.
Para as menos ousadas, ou se você não vai a um baile de carnaval ou Halloween, pode ter inspiração em maquiagens mais simples, com um bom delineador. Quer saber como?
Roupa: Saias com muito tule, saias balone, saias com babado. Desde a mais novinha, até a mais experiente, consegue achar um tipo de saia que combine com sua personalidade.
Os vestidos de 15 anos de hoje são os que mais ganharam influencia das bailarinas, sonho de tantas meninas. Aliados a um ar mais rock e pronto, caíram no gosto das adolescente.
Impossível não remeter o estilo às bailarinas.
E o que falar das estampas de bailarina? Estão por toda parte. Em camisetas, vestidos, bolsas, cadernos. Recentemente a cantora Katy Perry usou um vestido cheio de bailarinas. Já pode providenciar um igual para mim ta?
Unhas: A Avon lançou uma linha de esmaltes inspirado no mundo do ballet. A linha Color trend Ballet, tem cores com nomes de sapatilha, ballet, laço de fita, meia-ponta. Para bailarina nenhuma botar defeito.
Na ponta dos pés (ou não): Que jogue a primeira pedra a mulher que nunca colocou uma sapatilha no pé. Não, não estou falando de sapatilhas de ballet.
Peça unanime no guarda-roupa feminino, não há quem não se renda ao conforto e a praticidade das sapatilhas. Vai do passeio no parque, ao trabalho e também tem passe livre em festas. Em Portugal se chama Sabrina, por conta do icônico personagem de Audrey Hepburn.
Já as sapatilhas de ponta inspiraram ninguém menos que Christian Louboutin. Lolo é um scarpin que reproduz uma sapatilha de ponta e ganhou os pés de famosas como Blake Lively, Kate Hudson e Jennifer Lopez.
Para quem foge do salto, ou para as bailarinas com pés cansados, que não querem largar as sapatilhas, a marca Repetto tem a versão sem salto:
Pronto, agora é fácil usar o ballet como inspiração para se vestir. Só não vai exagerar, hein!!!

Comente, sugira e participe:

comentários

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.