Parabéns Mamães pelo seu dia

Por Blog Danzarin, 11 de maio de 2012
O dia das mães chegou!
Mas você sabe porque se comemora o dia das mães e porque é comemorado no segundo domingo de maio?
Desde os tempos mais antigos as mães eram homenageadas das mais diversas formas. Na Grécia antiga faziam uma comemoração à mãe dos deuses, a Reia, e na Idade Média os trabalhadores que moravam longe de suas famílias ganhavam um dia para visitar suas mães, que os ingleses chamavam de “mothering day”.
Mas oficialmente, o dia das mães surgiu em virtude do sofrimento de uma americana que, após perder a mãe que havia trabalhado na guerra civil do país, passou por um processo depressivo. Suas amigas mais próximas, para livrá-la de tal sofrimento, fizeram uma homenagem para sua mãe. A festa fez tanto sucesso que em 1914, o presidente Thomas Woodrow Wilson oficializou a data, e a comemoração se difundiu pelo mundo afora.
Atualmente, em diferentes localidades do mundo, a comemoração é feita em dias diferentes. No Brasil, assim como nos Estados Unidos, Japão, Turquia e Itália, a data é comemorada no segundo domingo de maio. Aqui, a data foi instituída em maio de 1918, sendo oficializada pelo presidente Getúlio Vargas, no ano de 1932.
As mães merecem respeito e muito amor de seus filhos, pois fazem tudo para agradá-los, sofrem com seus sofrimentos e querem que estes estejam sempre bem.
Mas e as mães de bailarinas e bailarinos, o que falar delas?
 “Não fazem plié, mas se agachariam quantas vezes necessárias para juntar nossas bagunças. Não giram pirueta, mas giram o mundo por festivais, cursos e apresentações ao nosso lado. Não contam a música, mas muito já nos embalaram com canções até que dormíssemos. Não têm bolhas nos pés, mas são elas que sentem as dores por nós. Não fazem grandes saltos, mas sem dúvidas alguma, nos dão o impulso maior para que possamos voar.
Ser mãe de bailarina é dançar com a alma. Dançar com o amor que elas nos transmitem a cada momento. Dançar de maneira a estar entregue a qualquer necessidade nossa. Ser mãe de bailarina é sentir orgulho e transformá-lo em incentivo. Ser mãe de bailarina é ter a confirmação de que nós, bailarinos, além de felizes pela presença delas, somos eternamente gratos por cada olhar, seja ele expresso da maneira que for.
Aplausos à minha e a todas as mães de bailarinos.”
Este é um trecho de um lindo texto que encontramos em homenagem ao dia das mães escrito por uma aluna de dança contemporânea da escola Bolshoi. Para ler ele completo, clique aqui.
Ela termina o texto lembrando que nossas mães merecem pelo menos metade de todos os aplausos que vocês, bailarinos, recebem e irão receber, como uma forma de gratidão e reconhecimento por tudo o que fazem e farão por vocês.
Parabéns para todas as mamães!

Comente, sugira e participe:

comentários

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.