O Projeto Dança Bacana apresenta o espetáculo de encerramento “Volta ao Mundo”

Por Gladson William, 1 de julho de 2017

O projeto “Dança Bacana” apresentou, na noite da última segunda-feira (26), o espetáculo de encerramento “Volta ao Mundo” com bailarinos de Ribeirão Preto e Descalvado. O evento lotou o teatro do Centro Universitário Estácio por uma plateia animada que embarcou em uma viagem mágica e emocionante.

         
Foto de Cristiane Lorena

Na aventura, o público presente pode acompanhar a história de um jovem aprendiz de feiticeiro que, atrasado e atrapalhado com suas invenções, pede ajuda a sua tia avó, uma mulher experiente no mundo da feitiçaria. Um simples esbarrão, em um quarto repleto de materiais de feitiço, foi o suficiente para que a magia e a viagem tivessem início. Com um meio de transporte nada convencional, uma vassoura, 450 espectadores fizeram um tour mundial, que passou pelo Japão, Coreia do Sul, Alemanha, Jamaica, França, Itália, Índia, Espanha, Rússia, Estados Unidos e se encerrou no Brasil.

         
Foto de Marcela Baggini

Cada país foi retratado por uma das turmas de balé e danças urbanas do projeto. As crianças atendidas pela iniciativa apresentaram coreografias que levaram em consideração as músicas e danças características e tradicionais dos lugares visitados. Os figurinos também foram compostos por trajes típicos.

 

O Projeto Dança Bacana é um projeto social cultura que acontece via Lei de Incentivo Paulista (PROAC-ICMS) com patrocínio da Usina Ipiranga e Algar e tem como objetivo principal a formação de indivíduos aptos a enfrentarem os desafios da vida e a construírem uma nova realidade, utilizando-se da dança como ferramenta.
Ele atende 200 crianças na modalidade de balé e danças urbanas, e ele iniciou em Julho de 2016 regularmente matriculados na rede pública de ensino de Ribeirão Preto e Descalvado. A iniciativa também tinha a proposta de aumentar a formação integral dos alunos, proporcionando experiências culturais como visita a teatros, exposições, espetáculos, festivais, universidades, entre outros.

Os benefícios sociais são inúmeros, pois aproximamos a cultura de uma população que normalmente tem pouquíssimo acesso, o projeto em si devido a sua metodologia de controle de talentos trabalha princípios como cooperação, respeito e solidariedade com seus usuários. E a dança em si também traz diversos benefícios para o desenvolvimento da criança como auto-conhecimento, auto-estima, coordenação motora, entre outros.
O projeto irá renovar a partir de Agosto e teremos um núcleo em Leme de dança urbana e outro em Ribeirão Preto de balé, as inscrições acontecerão nas escolas credenciadas ao projeto e serão divulgadas aos alunos matriculados.

Comente, sugira e participe:

comentários

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.