As 3 mentiras que você deve excluir de sua mente.

Por Enio Willian da Silva, 20 de agosto de 2017

Quem acredita que a dança faz bem à saúde e à autoestima levante a mão!

Quem pretende praticar essa atividade levante a outra! Permaneçam com as duas levantadas aqueles que já começaram a fazer isso! Se você não continuou com as mãos ao alto, provavelmente é porque concorda com aquilo que escrevi, mas ainda não tomou iniciativa. Compreendo que você até tenha seus motivos.

Assim também, inúmeras pessoas conhecem os benefícios que uma vida financeira bem administrada traz, mas ainda não fizeram a parte mais importante: decidir começar. Ao se explicarem, muitos apresentam justificativas sem fundamentos.

Sobre isso, citarei alguns desses equívocos e explicarei as razões pelas quais eles não se sustentam.

 

Esperarei o Brasil melhorar

 

A péssima situação financeira, econômica e política que o Brasil enfrenta hoje, assim como a corrupção que atinge o governo e o empresariado, não são justificativas para você adiar seu planejamento financeiro e sua mudança de hábitos. Essa não é a primeira crise que o país vive e nem será a última. Dezenas de crises financeiras e econômicas já abalaram o 5º maior país do mundo desde o seu surgimento. Quanto à corrupção, ela também existe desde que o Brasil é Brasil.

Pessoas que esperam o Brasil melhorar para, então, adotarem uma vida financeira saudável e produtiva estão fadadas a nunca saírem do lugar. As crises sempre existirão, mas as oportunidades também. Portanto, a decisão de mudar de vida depende mais de uma atitude pessoal do que da ação bondosa de governos.

Esperarei minha renda aumentar

 

Se você acredita que não consegue poupar em razão do baixo salário que recebe, provavelmente não conseguirá poupar quando ele aumentar. Poupar ou não poupar não depende do quanto a pessoa ganha, mas do quanto ela gasta e do planejamento que possui.

De nada resolve ter a renda aumentada em 50% se os gastos aumentarem na mesma proporção. Por isso, busque poupar sempre, mesmo que comece com 5% da renda.

 

Ganho R$ 1000,00 e gasto R$ 1000,00: logo está tudo certo!

 

Se você gasta tudo o que recebe, sua situação não está confortável, mas preocupante. Sabemos que nossa vida é como uma dança. Ora está de pé, ora no chão. Os imprevistos surgem. Muitas vezes, eles precisam de um socorro rápido. O que fazer nessas horas?

Para aqueles que sempre tiveram a poupança como hábito, o impacto dessas surpresas será menor.

Todos enfrentam desafios e momentos ruins na vida, mas quem não possui um “colchão de segurança” sofre mais, muito mais. Quem não poupa sempre vive na corda bamba: qualquer vento contrário pode derrubá-lo.

A poupança permite que realizemos sonhos e projetos de vida. Percebemos que o caminho para a prosperidade e o equilíbrio financeiro possui curvas e obstáculos, mas chegar até lá depende muito mais de uma atitude nossa do que da influência de cenários externos.

Comente, sugira e participe:

comentários

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.