Riqueza ou segurança?

Por Enio Willian da Silva, 23 de outubro de 2017

Em plena crise política, econômica e de caráter, o Brasil se depara, hoje, com 13 milhões de desempregados, segundo informações do IBGE, divulgadas em julho deste ano.

Muitos almejam conseguir um emprego, carteira assinada e com todos os benefícios básicos que um trabalhador assalariado tem direito. É um bom objetivo, principalmente na atual situação em que o país se encontra. Querendo ou não, um emprego registrado traz segurança, dignidade e aumenta a autoestima. Saber que seu próximo salário já está garantido traz uma tranquilidade enorme. Isso não podemos negar.

Todavia, acredito que as maravilhas de um emprego com registro em carteira acabam por aqui. O que vem depois disso são apenas cobranças e um futuro desanimador. Nem sempre seu salário aumentará na mesma proporção dos preços dos produtos e serviços e a garantia de uma aposentadoria digna já não existe mais. Salvo raras exceções, você trabalhará por décadas e permanecerá na mesma situação financeira na qual se encontra hoje, ou pior.

Como sei isso? A resposta é simples: você conhece alguém próximo que mudou de vida apenas ganhando salário de um trabalho registrado e vivendo exclusivamente dele? Se a resposta for SIM, esse sortudo é uma das poucas exceções nas quais mencionei no texto.

A grande maioria nunca mudou e nunca mudará de vida apenas ganhando salário e vivendo somente dele. Esses dignos trabalhadores terão uma breve sensação de segurança, mas não um retorno financeiro capaz de mudar suas vidas.

Não estou afirmando que trabalho com carteira assinada seja ruim. Nada disso! Eu mesmo sou um dos milhões de trabalhadores nessa condição. Estou dizendo que essa modalidade de geração de renda dificilmente mudará sua vida para melhor no médio e longo prazo.

Você deseja alcançar a tão sonhada independência financeira? Então precisará abrir mão da segurança. Ganhar mais significa, obrigatoriamente, assumir mais riscos, desde que tais riscos estejam de acordo com o seu perfil.

Vejo muitas pessoas que sonham em ficar ricos, em serem financeiramente independentes, em mudar de vida. Entretanto, quando pergunto o que elas farão para alcançar esse objetivo, a maioria pretende continuar no mesmo emprego ou conseguir outro que pague um salário maior.
Não há mudança de vida sem mudança de postura. Quem deseja obter ganhos maiores precisa abrir mão de alguma coisa. Abrir um negócio próprio fará com que você mude de vida, mas você não terá mais a “segurança” do salário fixo e “garantido”. O empreendedorismo poderá te colocar em uma situação financeira muito confortável, mas os riscos são assumidos totalmente por você.

Um emprego tradicional, como expliquei, não te deixará rico, exceto se você usar parte da renda desse trabalho para investir em algum negócio rentável. Que tal, por exemplo, investir em sua formação, alcançar um emprego legal e investir parte do salário em novos empreendimentos (mercado financeiro, imóveis, novos negócios?). Isso resultará em uma renda perpétua, mesmo que você decida abandonar o emprego tradicional. Essa proposta parece boa para você?

Perceba que a mudança acontecerá a partir dos resultados obtidos dos seus investimentos, não porque você apenas decidiu utilizar seu salário para se manter. Portanto, se você deseja alcançar resultados surpreendentes, precisa, antes de tudo, se planejar bem. Depois, trilhar por caminhos diferentes. De novo, o planejamento é tudo.

Comente, sugira e participe:

comentários

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.