Você sabe os princípios e benefícios do pilates no seu objetivo?

Por Blog Danzarin, 15 de maio de 2018

O método Pilates pode ser realizado por diversas pessoas independente do seu objetivo.

A História do Pilates

Joseph Hubertus Pilates, criador do método Pilates, nasceu na Alemanha em 1883. Quando criança, sofreu de asma, raquitismo, bronquite e febre amarela. Em sua adolescência, acreditava que precisava ser fisicamente forte para combater as doenças e passou a exercitar-se ao ar livre e trabalhar a respiração. Foi praticante de mergulho, esqui, ginástica, ioga, karatê e meditação. Dedicou-se aos estudos de anatomia, fisiologia e medicina tradicional chinesa.

Enviado para um campo de concentração durante a I Guerra Mundial, empregou seu conhecimento para ajudar na recuperação dos feridos de guerra utilizando molas nas camas para exercitar e melhorar a condição física dos pacientes (recuperação mais rápida do tônus muscular). Em 1926, imigrou para os Estados Unidos onde fundou seu estúdio. Continuou melhorando e aperfeiçoando seu método até sua morte em 1967.

 

O que é o método Pilates?

O Pilates é um método composto por exercícios de fortalecimento e alongamento dinâmico, de baixo impacto, com foco na qualidade dos movimentos. Trabalha vários grupos musculares ao mesmo tempo, com movimentos suaves e contínuos.

Modalidades de Pilates

*Pilates estúdio (aparelhos): aulas realizadas nos quatro aparelhos tradicionais: cadillac, reformer, barrel e chair. Resistência conseguida através das molas que compõem os aparelhos para exercícios de força e alongamento.

 

 

* Mat Pilates (solo): aulas realizadas com exercícios utilizando o próprio peso do corpo no chão. Aplica-se também bola suíça, faixa elástica e Magic circle para dar resistência aos exercícios.

 

 

* Pilates suspenso: aulas realizadas com exercícios nos quais partes do corpo ou o corpo todo ficam suspensos por aparelhos.

 

 

Princípios do Pilates:

O método Pilates está baseado em seis princípios que devem ser aplicados durante a execução dos exercícios:

 

*Respiração: os movimentos de inspiração (puxar o ar) e expiração (soltar o ar) devem ser coordenados junto com o movimento corporal proposto pelo exercício.

 

*Centralização: o centro da nossa força está concentrado nos músculos chamados “Power House”. São eles: abdomem, músculos profundos da coluna, músculos do assoalho pélvico e músculos do quadril.

 

*Concentração: é a mente que guia o corpo, por isso, é importante dar atenção e importância a todas as partes do corpo para que o movimento seja realizado com a maior eficiência possível.

 

*Fluidez: princípio responsável pela leveza dos movimentos. Os movimentos são realizados de maneira suave, com velocidade constante e contínua, ou seja, sem início e fim definidos.

 

 

*Controle: é o aprendizado motor dos movimentos. Melhor recrutamento muscular para o movimento desejado.

 

*Precisão: refinamento do controle e equilíbrio dos diferentes músculos envolvidos no movimento, sem gasto desnecessário de energia a partir de contrações inadequadas (exageradas).

 

Benefícios do Pilates

            O método Pilates pode ser realizado por diversas pessoas independente do seu objetivo. Para cada objetivo específico, o método tem sua forma diferenciada de trabalhar para que tal objetivo seja alcançado.

 

Benefícios de acordo com os diferentes públicos:

*população em geral: ganho de força e flexibilidade, prevenção e alívio de dores, melhora da disposição para o dia a dia;

*pessoas com desvios posturais e problemas de coluna (ex: escoliose, hipercifose, hiperlordose, dor lombar, hérnia de disco): melhora na postura e alinhamento corporal, aumento da flexibilidade e capacidade funcional (melhor execução das atividades diárias), alívio das dores;

*idosos: ganho de equilíbrio e estabilidade nas atividades diárias, mais independência;

*gestantes: melhora da dor lombar (dor nas costas), mais estabilidade nas articulações e músculos, melhora da postura, relaxamento;

*pessoas com fibromialgia: alívio das dores; relaxamento;

*atletas e praticantes de outros exercícios físicos (ex: corrida, dança): melhora de necessidades específicas de acordo com o esporte praticado;

*pós cirurgias de joelho e quadril: melhora da função (habilidade), flexibilidade.

 

 


Nara Fernanda Braz da Silva Leal

  • Fisioterapeuta e proprietária do Beija-flor Pilates Studio Ribeirão Preto- SP
  • Graduada pela FMRP USP
  • Curso de especialização em fisioterapia dermatofuncional – UNAERP
  • Formação do método pilates pela Physio Fitness
  • Formação do método pilates em suspensão pela Suspensus
  • Curso de pilates para gestantes – Voll Pilates
  • Mestre em ciências médicas pela FMRP USP
  • Doutoranda pela FMRP USP

Comente, sugira e participe:

comentários

Please enter an Access Token on the Instagram Feed plugin Settings page.